segunda-feira, 29 de março de 2010

O que é o Titânio…

Este nobre material foi descoberto pelo sacerdote britânico William Gregor, quando investigava as areias da Cornualha em 1791 e denominou-o de "menachin". Três anos depois, o químico alemão Martin H. Klaproth descobriu o mesmo material na Hungria e deu-lhe o nome de “titânio”, retirando o nome aos gigantes da mitologia Grega que fizeram uma luta feroz contra os deuses de Olimpo (do latim titans, os filhos da Terra).

Ora aqui fica a resposta à pergunta que ultimamente diversas pessoas me têm feito: “Porquê um quadro em titânio?”
O titânio é um elemento metálico leve, com excelente resistência à corrosão e grande resistência mecânica (material maleável mas que praticamente é impossível de partir), cuja principal vantagem é a absorção das vibrações.
Comparativamente com os materiais concorrentes para construção de quadros para btt, ele é tão forte quanto o aço, mas tem 40% da densidade do aço,ou seja bastante mais leve. É 60% mais pesado que o alumínio, porém duas vezes mais forte. Em relação ao Carbono o Titânio ganha em durabilidade e fiabilidade…

Recentemente algumas marcas de quadros já conseguem deformar os tubos de titânio "butted" o que veio absolutamente revolucionar o mercado, pois os quadros de titânio ficaram com uma rigidez lateral muito superior ao que se fazia há alguns anos... tendo mudado as regras do jogo a favor do titânio!

A minha "Vulpes vulpes Ti"

domingo, 28 de março de 2010

Momentos Titânicos

Sábado, 28 de Março de 2010 e finalmente a minha titânica vê a luz do dia… o percurso escolhido, se bem que de pequena extensão, deu para ainda assim explorar algumas pérolas arquitectónicas de enorme beleza!
E foi assim o baptismo da minha companheira titânica…


Trilho do Eco Humano

Domingo, 21 de Março de 2010, 8h26m e chego ao Castelo da Maia onde se iniciou mais uma aventura…
Quando eu e o Mário estávamos preparados para arrancar eis que notámos que mesmo ao nosso lado estavam a chegar carros e mais carros cheios de biclas… e que tal uma boleia? Porque não? Lá metemos conversa com uns elementos do grupo Kedabikes que nos acolheram de braços abertos, ou não sofressem eles do mesmo mal que nós…
Rapidamente o grupo se agrupou e avançou para os trilhos e nós os dois lá íamos emaranhados num pelotão de 15 bttistas que pedalavam a um ritmo certinho… fez-me lembrar por momentos aquelas maratonas em que o pessoal já pedala por magnetismo!
Estava eu a pedalar por aquelas encostas e vales a eis que me apercebo de uns ecos bastante engraçados: pedra, pedra… 14 vezes pedra, mais à frente ramo, ramo… e 14 vezes ramo e numa depressão qualquer lama, lama… e 14 vezes lama! Um verdadeiro eco humano…
Não sei se por o grupo ser bastante animado e travesso, ou se por não terem ainda andado na lama este inverno, coisa que eu acho bastante difícil, no regresso a casa começam as brincadeiras de lama… animadas e divertidas para quem as fazia e autênticos martírios para quem delas sofria… mas melhor do que texto são as imagens!
Agradeço ao grupo Kedabikes pelo companheirismo prestado em todo o percurso e pelo convite para futuros track’s por aqueles lados… obrigado!


video

quinta-feira, 18 de março de 2010

Trilho da Cividade

Domingo, 14 de Março de 2010, 8h14m e finalmente um tempinho maravilhoso para ir até à marginal rolar a um ritmo domingueiro sem forçar muito os crank’s… mas não foi bem isto que aconteceu! Como a malta gosta é de lama e bouças, rapidamente se mudou o rumo dos acontecimentos e seguimos na direcção da Cividade de Bagunte, desta vez com a finalidade de conquistar um talefe existente naquele local!
Talefe conquistado, duas laranjas no papo, eis que alguém desafia ainda mais o grupo “vamos mas é andar mais rápido, que assim tenho frio”… bom, para aquecer nada melhor que colocar carvão nas máquinas, assentar no carril e rolar a todo o vapor pela linha de caminho de ferro que liga Rates à Póvoa de Varzim… as sulipas de madeira tal era a velocidade pareciam apenas bandas sonoras… rolar, rolar, rolar… lama, lama, lama… água, água, água… e também alguma bosta de vaca à mistura foi um cocktail fantástico que deixou as nossas meninas irreconhecíveis!
Finalmente e após uma lavagem prolongada das máquinas, chegou então a hora de passar pela marginal e relaxar os músculos até casa…
Como companheiros de percurso tive o Daniel e o Pinhel, que irá estar ausente durante alguns tempos pois decidiu ser pai pela segunda vez… PARABÉNS pai babado!


domingo, 14 de março de 2010

Trilho do Corno do Bico

Sexta-feira, 12 de Março de 2010, 7h57m e contrariamente a todas as comuns sextas-feiras, decidimos fugir a um comum dia trabalho e partir rumo a uma aventura, desta vez como destino tínhamos a zona de paisagem protegida do Corno de Bico e como companheiros de percurso tinha o Mário e o Myrage!

O ponto de partida foi junto às margens do rio Lima em Ponte de Lima onde reabastecemos os alforges para o longo dia que se aproximava…
O início do percurso pareceu-me uma voltinha domingueira, o sol ainda baixo a reflectir no rio e a reduzida inclinação do percurso faziam com que os pneus rapidamente devorassem alguns quilómetros… mas foi sol de pouca dura, o nosso guia inverteu o rumo 90º e eis que nos chega a primeira subida!
Fui simpaticamente informado que seria sempre a subir, em cerca de 20km’s, o que suscitou em mim uma enorme alegria de sobreviver…
E lá começamos a subir, subir, subir, subir, subir… e nos cruzamentos optávamos sempre pela opção, a subir!

O nosso guia Myrage que, em tempos ainda tentou enveredar por uma carreira de geocacher, decidiu então visitar os marcos geodésicos de Penedo Gordo e Salgueiros Gordos!
Chegados à zona do Alto de S. Ferreiro, supostamente onde se encontra o primeiro marco, eis que contornamos e falhamos o primeiro alvo… ora bolas, foi um tiro na água!
E lá continuámos nós a subir, subir, subir até à Chã da Pedrinha, local onde o Myrage avistou ao longe o segundo alvo… desta vez não podia falhar! E não falhou, lá foi ele encosta a cima a desbravar mato para finalmente conquistar o marco e preencher a sua caderneta, sim porque estas coisas brancas listadas a preto, são coleccionáveis!

Um pouco mais acima, depois de subir, subir, subir, lá chegámos à cruz vermelha… uma breve paragem para um registo fotográfico e seguimos então para a zona da paisagem protegida do Corno de Bico que é um pequeno santuário natural cuja frondosa mata de carvalhos, cedros e azevinhos nos transportam para um autêntico país das maravilhas de rara beleza natural.

Seguimos então para a localidade de Vilar do Monte, onde visitámos a mesa de granito dos Quatro Abades. A mesa apoia-se no marco divisório das freguesias de Calheiros, Cepões, Bárrio e Vilar do Monte. A mesa é ladeada por quatro bancos também em granito, cada um assente no território de cada freguesia confinante, onde outrora os representantes de cada paróquia se sentavam para debater e resolver os mais diversos assuntos, consultando os fiéis que se encontravam ao seu redor.

Deu-se então o regresso até Ponte de Lima por caminhos rurais bastante interessantes, destacam-se algumas paisagens agriculturas e pormenores agrícolas: poças e levadas, moinhos e engenhos hidráulicos… marcos da actividade económica ainda praticada por estes lados que nos fazem recuar no tempo!

Foi assim, uma óptima sexta-feira passada numa companhia bastante agradável por paisagens deslumbrantes que convidam a um regresso!

domingo, 7 de março de 2010

Titanium

Depois de tantos e longos anos a pedalar pelos trilhos, chegou o momento de me mimar com um quadro único, que mais não é do que uma simples obra de artesanato, um Lynskey M230!
Quando tirei esta primeira foto estava em pulgas para abrir a caixa...

... caixa aberta e cá está ele, lindo!

Neste momento ando à procura de componentes para realizar uma montagem bastante pessoal... brevemente terei novidades!

sexta-feira, 5 de março de 2010

Baú de Recordações - Solitário no Gerês

Foi à cerca de um ano atrás que, decidi pegar nas minhas botas e ir até ao Parque Nacional do Gerês para efectuar uma actividade solitária de trekking, algures para os lados do Rio Homem e Fenda da Calcedónia...
Actividade realizada em 15 de Fevereiro de 2009

segunda-feira, 1 de março de 2010

Apanhado...

Pois é, quem diria que eu hoje iria ser apanhado pelo humorismo do GACE?
Adorei a surpresa… muito obrigado e continuem a visitar assiduamente este blog!